Busca:

Bovespa estável, dólar +0,11%


O investidor optou por ficar de fora da Bolsa de Valores na véspera do fim de semana prolongado. E assim como nos demais mercados, o índice de ações brasileiro oscilou sem firmar uma tendência. No front externo, a bateria de indicadores da economia americana divulgada ontem mostrou direções divergentes, e no campo da economia doméstica, o Banco Central confirmou o encarecimento do crédito para o consumidor.

O Ibovespa, que refletir as ações mais negociadas, subiu apenas 0,02% no encerramento das operações, marcando 68.485 pontos. O giro financeiro foi de apenas R$ 3,5 bilhões, muito abaixo da média do mês (R$ 6,8 bilhões/dia).

As Bolsas americanas até fecharam mais cedo hoje, às 16h45 (hora de Brasília), e o índice Dow Jones, uma referência mundial para os investidores, mal saiu do lugar (alta de 0,04%).

As ações da Petrobras, que responderam por mais de 10% do giro total, ajudaram no fechamento levemente positivo de ontem. A ação preferencial, com giro superior a R$ 300 milhões, valorizou 0,11%, enquanto a ordinária ficou 0,17% mais cara.

A agência Fitch manteve o "rating" (nota de risco de crédito) da Petrobras. Na sua avaliação da estatal, a agência ressaltou como um dos pontos fortes o "comprovado acesso ao mercado financeiro", numa possível referência à bilionária capitalização desse ano. "A Fitch avalia que a Petrobras vai continuar a se favorecer de um forte suporte financeiro da comunidade financeira local, incluindo o BNDES, e dos mercados de capitais estrangeiros, enquanto mantém uma liquidez saudável", avalia a equipe de analistas da agência. Mas, a agência fez ressalvas ao "interferência da política local" e um agressivo plano de investimentos no médio prazo. O dólar comercial foi cotado por R$ 1,696, em um avanço de 0,11%. A taxa de risco-país marca 177 pontos, número 0,56% acima da anterior.

Fonte: Diario do Nordeste

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil