Busca:

Categoria Arquivos: Cotação do dolar

Dólar fecha em queda após fala de Guido Mantega


O dólar comercial encerrou a terça-feira em queda de 0,26%, cotado a R$ 1,80 na venda. No mercado à vista, a divisa fechou em queda, de 0,28%, cotado a R$ 1,800 no balcão, após acumular alta de 5,43% ante o real nas sete sessões anteriores. No mês, a moeda contabiliza ganho de 4,90% e, no ano, queda de 3,69%. Na BM&F, o dólar spot encerrou com baixa de 0,24%, a R$ 1,8050. O giro total à vista na clearing de câmbio há pouco somava US$ 2,167 bilhões (US$ 1,794 bilhão em D+2).

DOL11O recuo da moeda norte-americana foi considerado tímido, mas significativo. Discreto porque o dólar vem carregando fortes ganhos recentemente, afirmou um operador de tesouraria de um banco. No entanto, completou a fonte, também foi representativo porque ocorreu após o ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarar publicamente pela primeira vez que o câmbio no País é administrado e reiterar que irá adotar várias medidas para conter a valorização do real, que vem prejudicando a indústria nacional. Até então, as reiteradas ameaças de novas medidas cambiais vinham dando sustentação ao avanço do dólar.

Mais

Em dia movimentado no mercado, Bovespa recua e dólar fecha a R$ 1,805


Em dia movimentado para o mercado financeiro, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registrou queda de 0,48% em seu principal índice, o Ibovespa, aos 66.384 pontos. O destaque ficou para alta do dólar, que valorizou 1,12%, fechando a R$ 1,8050 na venda. Trata-se do maior nível da divisa americana em relação ao real desde 9 de janeiro, quando fechou a R$ 1,8347. Foi a primeira vez que a cotação fechou acima de R$ 1,80 desde 11 de janeiro.

DOL12

A desvalorização da bolsa foi reflexo da medida do Ministério da Fazenda de estender de três para cinco anos a cobrança do Imposto sobre Operação Financeira para capitais externos. Além disso, no cenário internacional, a China divulgou que sua balança comercial teve déficit de US$ 31,48 bilhões em fevereiro, maior perda desde 1989.

As exportações do país asiático cresceram 18,4% na comparação do ano, chegando a US$ 114,47 bilhões. No mesmo sentido, as importações subiram 39,6%, a US$ 145,96 bilhões. O comércio exterior da China teve alta de 7,3%, atingindo US$ 533,03 bilhões nos primeiros dois meses de 2012, com um déficit total de US$ 4,25 bilhões.

Mais

Mesmo com recentes altas, dólar segura preço do bacalhau


Comerciantes garantem que os preços do bacalhau não devem subir até a Sexta-Feira Santa, em 6 de abril, data na qual o peixe é muito consumido.

DOL4

A manutenção dos preços se deve à cotação do dólar, que, apesar das recentes altas, não ameaça as tabelas com reajustes.

“Tanto que nem fiz estoques”, diz Lúcia Helena da Silva, gerente do Empório Tábua de Frios, no Mercado Municipal, no Centro de Ribeirão Preto.

Segundo ela, como os distribuidores prometem manter os preços, não há necessidade de armazenar o peixe.

Mais

Mujica está preocupado com baixa cotação do dolár e vai falar com Dilma Rousseff


O presidente uruguaio José Mujica está preocupado com o que considera uma baixa cotação do dólar e falará a respeito nos próximos dias com sua colega brasileira Dilma Rousseff para conhecer de primeira mão possíveis ações em termos cambiários, afirmou o presidente nesta quinta-feira.

DOL7

“Tenho uma bruta preocupação com esta situação, que afeta nossa competitividade“, afirmou Mujica ao jornal Búsqueda.

“Estou pensando em conversar com Dilma para saber o que vão fazer com eles, ver até onde se pode ir e que passos o Brasil dará, porque está claro que esta situação também está causando impacto a eles”, acrescentou.

Mais

Para Mantega,dólar a R$1,76 é melhor, mas não é ideal


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quarta-feira que o dólar no patamar de 1,76 real melhora a situação da indústria brasileira e da economia em geral. Ele enfatizou que essa cotação não é a ideal, mas evitou definir qual seria o valor mais adequado à atividade econômica do país.

DOL8O dólar subiu 1,57 por cento na terça-feira, para 1,7640 real na venda. Foi a maior alta percentual diária frente ao real desde meados de dezembro, causada pela forte aversão a risco no cenário internacional e pela reação do mercado aos alertas do governo de que poderá agir para frear a queda da moeda norte-americana.

Ainda assim, a divisa acumulava desvalorização de 5,59 por cento no ano até terça-feira. Nesta quarta-feira, o dólar voltou a subir, reagindo à divulgação de números fracos sobre a produção industrial brasileira em janeiro.

Mais

Com ameaças do governo e temor exterior, dólar sobe 1,57%


O dólar registrou nesta terça-feira a maior alta percentual diária frente ao real desde meados de dezembro. O resultado foi estimulado pela forte aversão a risco no cenário internacional e por novos alertas do governo de que poderá agir para frear quedas da moeda norte-americana.

DOL9

A cotação subiu 1,57 por cento, para 1,7640 real na venda. Trata-se da cotação mais alta desde meados janeiro e da maior valorização percentual desde 12 de dezembro quando o dólar saltou 2,14 por cento, a 1,8445 real.

“O governo tem falado todo dia que pode agir no câmbio, e isso traz insegurança ao mercado. Ninguém quer arriscar ficar vendido com tantas ameaças”, disse o diretor de câmbio da Pioneer, João Medeiros.

Nesta terça-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o governo não vai permitir a valorização do real em relação ao dólar para não causar prejuízos à indústria. “Temos todos os instrumentos para garantir que o real não vai se valorizar. Podemos tomar outras medidas”, disse o ministro, acrescentando que o arsenal do governo é “infinito”. Mais

Dólar cai perante euro e iene


O dólar perdeu valor nesta sexta-feira em relação ao euro e ao iene, influenciado pelo rebaixamento das previsões de crescimento da China.

DOL4Ao término do pregão nova-iorquino, o euro era negociado a US$ 1,3217, frente à cotação de US$ 1,32 de sexta-feira.

Na comparação com o iene, a divisa americana foi negociada a 81,557 ienes, frente aos 81,805 ienes de sexta-feira.

Confira a cotação do dólar nesta segunda-feira:

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil