Busca:

Cotação do Peso argentino VS. Real Brasileiro


O Peso argentino é a moeda da Argentina e é dividido em 100 centavos. O símbolo local para representá-lo é "$". Começou a circular em 1992, através da Lei de Conversibilidade, que estabelecer a paridade com o dólar norte-americano na proporção de 1 por 1. No final de 2001, a dolarização da moeda argentina foi anulada e houve uma grande desvalorização, com o dólar sendo cotado a quase 4 pesos por dólar americano.Dolar-cotizacion

O peso é a moeda corrente da Argentina desde 1881, quando se estabelece um sistema monetário unificado no país. Até 1969, o peso foi denominado moeda nacional.

Em 1969, devido à inflação, o governo introduziu uma nova estratégia monetária refazendo a simbologia da moeda, de peso para Peso Lei 18.188, popularmente conhecido na época como "peso lei".

A mudança foi necessária devido aos altos valores utilizados na movimentação de dinheiro, causando transtornos interno. O peso lei, que entrou em circulação efetivamente em 1970, sofreu uma elevada inflacão no mercado, sobretudo a partir de 1975 onde o capital estrangeiro começava sair velozmente do país devido a instabilidade economica. Em 1982 chegou-se a emitir uma nota de um milhão de "pesos lei".

Em 1983, houve nova necessidade de uma reforma na unidade monetária, porém o "peso lei" continuava sendo moeda oficial no país. Contudo, a alta inflação continuou, e em 1985 o governo argentino decidiu revogar o peso, moeda vigente de 1881 até 1969, esta equivalente a 1.000 "pesos lei" e que foi acompanhado por um plano econômico fraco e malquisto pelos mercados emergentes da época em todo mundo. O peso argentino teria sido revogado com o objetivo de combater a inflação. Os resultados do peso foram estáveis até 1989, quando a hiperinflação tomou conta da Argentina e estourava ali uma das maiores crises económicas do país.

Após 2 anos de intensa crise, finalmente, em 1991 o peso reagiu e gerou um impacto cambial significativo na linhagem monetária. O peso argentino é até hoje uma das moedas mais fortes da América do Sul só perdendo para o Real (Brasil) e, as vezes, para o Sol (Peru) na variação cambial.

Estão em circulação moedas de 5, 10, 25, 50 centavos e de 1 peso e notas de 2, 5, 10, 20, 50, e 100 pesos.

No que diz respeito a competitividade levando em conta o tipo de cambio o peso argentino hoje se encontra nos seus mínimos históricos, vejamos a cotação do dia 26 de Abril em comparação com a de 6 meses atrás do dia 29 de outubro de 2010.

1 Peso Argentino

Dólares Americanos

0,24543 USD

26/4/2011

1 Peso Argentino

Dólares Americanos

0,25314 USD

29/10/2010

       

Como podemos ver, o valor tem se mantido quase estável, a pesar das flutuações intermédias de:

min = 0,24480 (21 de abril 2011)
média = 0,24979
máx = 0,25456 (3 de novembro 2010)

clip_image002[6]

Vemos no período uma perda de valor importante do peso perante o dólar o que significa uma maior competitividade no sentido de preços internacionais “argentina está barato”, mas essa perda de contundência da moeda e benéfica para as operações de comercio exterior, mas logicamente a situação não e a mesma para o povo argentino que tem que ter mais pesos para adquirir o mesmo dólar.

No caso do Real perante o dólar, a situação no mesmo período tem sido a seguinte:

1 Real Brasileiro

Dólares Americanos

0,64052 USD

26/4/2011

1 Real Brasileiro

Dólares Americanos

0,58966 USD

29/10/2010

A variação do preço do Real tem sido maior que a do peso argentino, e em sentido contrario. Enquanto o peso perde valor, o real a ganha, se tornando “caro” diante das operações de comercio exterior do país.

Em quanto ao período intermédio, os picos são:

min = 0,57362 (16 de novembro de 2010)
média = 0,60003
máx = 0,64052 (26 de abril de 2011)

clip_image004

Post Relacionados

5 Comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

  1. com essa pesqueisa eu pude estabeleçer regras em sala de aula durante muito tempo por quue podemos dizer que a moeda brasileira e um moeda chamamda em real
    e a moeda argentina e uma moeda chamas

    Comentário por breno — 24 de maio de 2011 #

  2. Com essa crise do Dólar, será que o PESO ARGENTINO, irá se DESVALORIZAR mais ainda (FRENTE AO DÓLAR) ou tende a se VALORIZAR?

    Comentário por Marcio — 27 de julho de 2011 #

  3. Com certeza irá desvalorizar, porque se nao fizer uma desvalorizaçao fica extremadamente pouco competitivo e as suas exportaçoes nao poderao ser colocadas en lugar nenhum.
    Todos os países de sudamerica, alias do mundo, estao aguardando souber do dolar, ja que todo mundo trabalha com “base dólar” e se ele for pra baixo, as moedas deverám acompanhar para evitar a perda de competitividade.

    Comentário por MGonzalez — 31 de julho de 2011 #

  4. A moeda brasileira é chamada de Real ou reais e a moeda argentina e chamada de peso ou pesos (no plural)

    Comentário por MGonzalez — 31 de julho de 2011 #

  5. […] Peso argentino é a moeda da Argentina e representa-se com o símbolo local “$”; é uma das moedas mais fortes da América do Sul. Em 1992, através da Lei de Conversibilidade, começa a circular com o valor do dólar […]

    Pingback por Moeda Peso Argentino — 24 de agosto de 2011 #

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil