Busca:

Dólar até no café da manhã; pão francês pode subir com a cotação do dólar


A alta do dólar deverá repercutir em outubro no bolso dos paraibanos. Com a alta acumulada da moeda americana perante o real até ontem de 14% (R$ 1,80), o pão francês poderá ficar mais caro nos próximos dias. Isto deve acontecer porque a principal matéria-prima para a fabricação do produto, a farinha de trigo, é vendida em dólar e a valorização da moeda já fez com que o preço do saco de 50 quilos ficasse mais alto para distribuidoras e panificadoras.

Dolar-cotizacion

Proprietários de panificadoras de João Pessoa revelam que o preço cobrado pelo saco de 50 quilogramas já aumentou cerca de 10% esta semana. “Na segunda, ainda consegui comprar por R$ 77,00, mas o valor já está R$ 85,00”, comentou Antônio Macedo, proprietário da Padaria Pão Doce Pão.

Apesar do aumento, pelo menos por enquanto, o preço do quilo do pão aos consumidores deverá se manter estável. “Nossa orientação é que este aumento no preço do trigo não seja repassado para o consumidor final, salvo naqueles casos em que o pão está sendo vendido por preços muito baixos e não dá para manter a produção”, orienta o presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria da Paraíba (Sindipan-PB), Romualdo Farias.

Para não repassar o aumento da matéria-prima, o empresário Antônio Macedo comentou que tem diminuído as margens de lucro. “Não podemos aumentar o preço do pão porque isto acaba diminuindo as vendas”, frisa.

O presidente do Sindipan-PB alerta ainda para um outro aspecto. “Hoje, o dólar está praticamente no mesmo patamar que estava em outubro do ano passado e as empresas estão anunciando que vão aumentar o preço do trigo. O que acontece é que se o dólar baixa, eles (moinhos de trigo) não diminuem o preço, mas se a moeda aumenta eles logo anunciam que o preço do saco vai aumentar”, reclamou.

Já o diretor de Investimentos e Relações com Investidores da Moinho Dias Branco, Álvaro de Paula, informou que o impacto da alta na cotação do dólar deverá ser pequeno sobre o preço do produto. “O preço do trigo depende tanto do preço internacional da commodity (em dólar) como da taxa de câmbio. Sempre que ocorrem variações nos preços em dólar ou na taxa de câmbio, naturalmente ocorrem ajustes nos preços em reais do trigo”, frisa.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários.

  1. […] dólar fechou em queda ante o real nesta sexta-feira, reagindo ao otimismo generalizado no exterior por […]

    Pingback por Dólar cai em relação ao real — 1 de novembro de 2011 #

Comentários encerrados

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil