Busca:

Dólar fecha em alta de 0,82%


O dólar registrou a maior alta percentual em quase quatro meses nesta terça-feira, reagindo à combinação de maior aversão a risco no exterior e saída de recursos do mercado local, numa sessão em que o governo reiterou que está atento a movimentos excessivos no câmbio.

DOL3

A moeda norte-americana fechou com valorização de 0,82%, para R$ 1,589 na venda. Foi a maior apreciação diária desde 14 de janeiro, quando a cotação avançou 0,96%.

O IBovespa continua se depreciando, frente ao movimento de aversão a riscos e saída de investidores estrangeiros da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e diante da perspectiva de alta da inflação. Depois de cair 1,01% na segunda, o índice fechou a terça em queda de 1,75%, aos 64.318 pontos, e giro financeiro de R$ 5,99 bilhões. No mês de maio, a queda é de 2,74%.

– A Bolsa brasileira vem em viés de queda desde meados de abril. A inflação batendo no teto da meta provoca fuga de investidores. Outros mercados, como títulos de renda fixa indexados à inflação acabam sendo bem mais atraentes – ressaltou o analista da Corretora Socopa, Osmar Camilo.

– A saída de investidores da Bolsa, que temos registrado nos últimos dias, acaba favorecendo o dólar – completou o gerente de operações do Banco Confidence, Felipe Pellegrini.

Com preços das commodities em baixa, as ações da Vale pressionaram mais uma o IBovespa, ao lado de ativos do setor financeiro, com mau desempenho frente às perspectivas de que novas medidas do governo para conter a inflação afetem o crédito. O saldo estrangeiro na Bovespa ficou negativo em abril pelo 3º mês .

Os negócios nesta terça foram pautados por dados fortes de inflação na Europa e novas preocupações com retaliações pela morte de Osama bin Laden. No cenário doméstico, não houve novidades: os investidores continuam temendo pressões inflacionárias e assumiram posição vendida no mercado de ações – tanto no à vista quanto no futuro.

Nos Estados Unidos, o Dow Jones fechou praticamente estável, aos 12.807,51 pontos; o S&P 500 perdeu 0,33%, aos 1.356,61 pontos e o Nasdaq Composto recuou 0,78%, aos 2.841,62 pontos. Os números estão sujeitos a ajustes.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil