Busca:

Dólar opera em queda de 0,2%, ainda de olho no BC


Depois de ficar praticamente estável nas primeiras horas do pregão, o dólar operava com ligeira queda nesta terça-feira, com os investidores ainda apreensivos com possíveis novas intervenções do Banco Central no mercado de câmbio e após a divulgação de dados mistos sobre a economia norte-americana.

DOL3

Às 11h29 (horário de Brasília), o dólar tinha variação negativa de 0,16 por cento, cotado a 1,8134 real. “Hoje em dia, o nosso câmbio é influenciado pelo próprio fator Brasil”, afimou o operador de câmbio da Interbolsa do Brasil Moacir Marcos Junior. “Esse movimento acontece em função das últimas medidas do governo, que acabaram tirando alguns investidores do mercado”, completou.

O governo brasileiro começou a adotar ações para conter a valorização do real no começo de março e, no último dia 12, elevou para 6 por cento a incidência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre empréstimos externos com prazo de até cinco anos. Anteriormente, o prazo era de até três anos.

Além dessas medidas, o BC tem atuado diretamente no mercado de câmbio, ainda que de forma esporádica, por meio de leilões de compra de dólares à vista, além de leilões de swap reverso, um derivativo que funciona como uma compra de dólares pelo BC no mercado futuro.

Enquanto alguns agentes de mercado acreditam que o BC defenda um “piso informal” -atualmente de 1,80 real-, Marcos Junior pensa que entradas pontuais de fluxo levam a autoridade monetária a fazer leilões. “Se ele entrasse no mercado todo dia que o dólar batesse 1,80 real, o mercado acreditaria que há um piso, e o Banco Central não quer definir uma banda”, explicou.

No final da tarde de segunda-feira, o BC anunciou um leilão de swap cambial reverso com o objetivo de rolagem de vencimento, o que, segundo o operador, não tem intenção de influenciar a cotação do dólar porque o número de contratos disponibilizados pela autoridade monetária é o mesmo do que está vencendo. O resultado do leilão será divulgado a partir das 11h45.

No cenário externo, foram divulgados dados mistos sobre a economia norte-americana. Por um lado, os preços das moradias nos Estados Unidos ficaram inalterados em janeiro. Economistas consultados pela Reuters esperavam uma queda de 0,2 por cento, após o recuo de 0,5 por cento registrado em dezembro. No entanto, a confiança do consumidor dos Estados Unidos recuou em março, na medida em que os norte-americanos elevaram suas expectativas de inflação para o maior nível em 10 meses.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

  1. […] cotação da moeda norte-americana. Na sexta-feira, a autoridade monetária realizou um leilão de compra de dólares a […]

    Pingback por BC volta a fazer leilão à vista e dólar sobe 0,59% — 16 de junho de 2012 #

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil