INCLUDES_HEADER
Busca:
BANNER_TOP_960

Dólar volta a subir após quatro dias de alta e fecha cotado a R$ 1,8163


Apesar do dia positivo visto no mercado global, o dólar comercial manteve-se no campo positivo durante toda segunda-feira (26) e encerrou a sessão com valorização de 0,33%, cotado a R$ 1,8163 na venda. Desta forma, a divisa norte-americana interrompeu uma sequência de quatro quedas.

DOL4A agenda doméstica contou com o relatório Focus divulgado pelo Banco Central, que reduziu a projeção para o PIB (Produto Interno Bruto) no ano, mas elevou expectativa para IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo. Em relação à taxa de câmbio, o documento apontou um leve avanço nas perspectivas do mercado para este ano, indo de R$ 1,75 para R$ 1,76, enquanto para 2013 as projeções mantiveram-se inalteradas em R$ 1,80.

Ainda por aqui, a atividade econômica brasileira recuou em janeiro, segundo o IBC-Br (Índice Mensal de Atividade do BC), também divulgada pelo Banco Central, recuou 0,13% em relação a dezembro. Já a Serasa Experian apresentou seu indicador do PIB (Produto Interno Bruto) mensal, que apontou avanço de 0,7% em janeiro. Por fim, a balança comercial mostrou superávit de US$ 1,1 bilhão no acumulado até a 4ª semana de março.

Enquanto isso, no front norte-americano, o Pending Home Sales, que mede a venda de casas apontou queda de 0,5% em fevereiro, volume abaixo das projeções do mercado.

Taxa de desemprego preocupa Bernanke

O mercado também digeriu o discurso do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, falando principalmente do mercado de trabalho. Segundo Bernanke, ainda não é certo que o ritmo atual de melhoria nos dados de emprego do país será sustentável.

O presidente do Fed ainda afirmou que a economia que a economia do país precisa crescer de forma mais acelerada para produzir empregos suficientes para baixar a alta taxa de desemprego.

Dólar comercial, futuro e Ptax

O dólar comercial fechou cotado a R$ 1,8148 na compra e R$ 1,8163 na venda, alta de 0,33% em relação ao fechamento anterior. Com esta alta, o dólar acumula valorização de 5,60% em março, frente à baixa de 1,55% registrada no mês passado. No ano a desvalorização acumulada da moeda norte-americana já chega a 2,79%.

Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em abril segue cotado a R$ 1,818, frente ao fechamento de R$ 1,815 da última sexta-feira. O contrato com vencimento em maio, por sua vez, atinge a marca de R$ 1,831, acima dos R$ 1,827 registrados na sessão anterior.

Já o dólar Ptax, que referencia os contratos futuros na BM&F Bovespa, fechou cotado a R$ 1,8143 na venda, baixa de 0,28%.

Dólar pronto e FRA de cupom cambial

O dólar pronto, que é a referência para a moeda norte-americana na BM&F Bovespa, registrava R$ 1,8135000.

Por fim, o FRA de cupom cambial, Forward Rate Agreement, referência para o juro em dólar no Brasil, opera a 0,31 para maio de 2012.

CODIGO_ADSENSE_200x90

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

  1. […] mercado futuro, nesse horário, o dólar fevereiro de 2012 também estava no piso intradia de R$ 1,7615, baixa de […]

    Pingback por Dólar cai para R$ 1,75 e acumula perda de 1,90% na semana — 15 de junho de 2012 #

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

ANALYTICS_CODE