Busca:

Novo bloco de medidas para o dólar


Depois de adotar medidas para reduzir as operações dos bancos com câmbio, que ajudam a derrubar o dólar, o governo reforçou, ontem, seus instrumentos para tentar diminuir também o ganho dos investidores nessas especulações. O Tesouro foi autorizado a comprar e vender dólar nos mercados futuros, usando o dinheiro do Fundo Soberano, uma poupança do governo em reais.

Além disso, a Fazenda quer anunciar ainda nesta semana novas medidas para conter a alta do real, o que deve incluir a divulgação do quanto será bloqueado do Orçamento. O anúncio depende da cotação do dólar na semana. A estratégia é apresentar tudo antes da reunião do Copom, na próxima semana. Apesar de o Planalto já dar como certa uma elevação dos juros, quer evitar uma alta "draconiana´´ da Selic.

Na lista de possibilidades, está o novo aumento do IOF para o investidor estrangeiro. Já se discute um corte acima de R$ 40 bilhões no Orçamento, montante considerado alto por parte da equipe. O desenho final das medidas depende da aprovação de Dilma Rousseff, que quer um bloqueio realista, evitando liberações futuras. Com o corte de gastos, o juro, que atrai capital externo, pode subir menos, o que evitaria maior alta do real. Para influir no dólar, o governo tem basicamente dois canais: compra e venda de moeda à vista e negociações nos mercados futuros.

Fonte: Diario do Nordeste

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil