Busca:

Real sobe por alivio na Grécia


Tanto as ações como as divisas de América Latina avançaram esta segunda-feira após que Grécia lograsse vender 5.000 milhões de euros em papeis, moderando os temores sobre sua capacidade de obter financiamento que a semana passada desataram uma escalada na aversão ao risco.

O real brasileiro apresentou seu maior avance diário perante o dólar desde começos de dezembro, entanto que o peso mexicano tocou seu maximo em 17 meses, empolgado também pela subida dos preços das matérias primas e uma queda no dólar americano.

Grécia relevou os mercados internacionais de capital pela primeira vez depois da União Européia acordar na semana passada um plano de ajuda financeira que sería usado como ultimo recurso no caso que o país não consiga cumprir suas obrigações financeiras este ano.

A venda da divida encontrou uma demanda moderada no mercado, mas os analistas falaram que isto se deveu em certa medida a proximidade do feriado de páscoa.

Em geral, a operação deixou os investidores mais cômodos com a situação fiscal da Grécia, empolgando o apetite pelo risco em nível global.

“A operação de papeis de Grécia trouxe certo alivio aos investidores” falaram numa nota de imprensa os analistas da RBC Capital Markets.

“Os mercados de ações dos mercados emergentes e os do tipo de cambio foram os maiores beneficiários, este ultimo ajudado pela desvalorização do dólar e a fortaleza nos preços das matérias primas” agregaram.

O Índice de ações para América Latina MSCI pulou um 1,88%, entanto que o índice de ações do Brasil, Bovespa, fechou com um avanço de 1,83%.

O aumento do apetite pelo risco, alentou também os investidores para sair do dólar e procurar o rendimento das moedas de América Latina.

O real brasileiro avançou um 1,72%, sua maior subida diária desde o 1 de dezembro cotando em 1,799 reais por dólar.

Os diferenciais de rendimento entre os papeis dos mercados emergentes e os do tesouro estadounidense, uma medida clave na aversão ao risco dos investidores, se estreitaram em 2 pontos básicos cotando em 247 pontos segundo o índice EMBI+ da JP Morgan.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil