Busca:

Venezuela unifica taxa de câmbio e elimina a taxa preferencial do dólar


O ministro das Finanças da Venezuela, Jorge Giordani, anunciou nesta quinta-feira que, a partir de 1 de janeiro, desaparecerá a taxa de câmbio preferencial de 2,60 bolívares por dólar, em vigor para compras de primeira necessidade, eliminando a taxa dupla de câmbio em vigor desde janeiro.

O país manterá uma única taxa, de 4,30 bolívares por dólar, anunciou, em mensagem transmitida pela televisão estatal VTV.

Com o novo ajuste do controle de câmbio, fica eliminada a taxa de 2,60 fixada em janeiro de 2010 para setores prioritários como saúde, importações de alimentos, máquinas, livros, artigos tecnológicos, todas as importações do setor público e as remessas ao exterior.

O país vai unificar sua taxa de câmbio para o dólar a partir de 1º de janeiro, informou o ministro das Finanças, Jorge Giordani. A cotação unificada será de 4,3 bolívares por dólar. A cotação de 2,6 bolívares por dólar será removida no dia 1º.

Em janeiro passado, o governo venezuelano decidiu desvalorizar a moeda e criar as duas taxas. A de 2,6 bolívares valia para itens considerados de primeira necessidade. A outra era usada nos demais artigos. Até esta mudança, o câmbio era mantido fixo em 2,15 bolívares desde 2005.

A economia venezuelana prosseguiu em recessão no fechamento de 2010, registrando, também, a inflação mais elevada da América Latina (26,9%), segundo cifras oficiais.

Fonte: Estadão

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil